Dicas para acalmar o bebê na hora da injeção

Saiba quais tratamentos estéticos estão liberados durante a gravidez
29 de junho de 2017
Anvisa suspende venda de 13 lotes de anticoncepcional: veja se é o que você usa
3 de julho de 2017
Show all

O momento da vacina é sempre delicado para mães e bebês, já que o desconforto causado nas crianças leva a choro, manha, dificuldades para dormir e até outros efeitos como febre, vermelhidão, inchaço. Porém, a vacina é fundamental para manter a saúde em dia e o pequeno longe de doenças graves durante toda a infância, período em que o sistema imunológico ainda é mais frágil.

Como deixar o bebê mais calmo quando tomar vacina

  • Distrair o bebê: de maneira geral, não há como impedir o desconforto, mas há como torná-lo menor. Uma opção é distrair o bebê. Aposte na boa e velha chupeta, objeto que a criança já confia e conhece e que oferece conforto. Além disso, leve brinquedos que seu filho gosta bastante ou algo novo para de fato entretê-lo. Pegue a criança no colo e a balance, ninando;
  • Se mostre presente: no momento da injeção, o bebê precisa se sentir amparado e seguro, e nada melhor do que a presença dos pais, avós ou outras pessoas com quem ele tem um vínculo afetivo forte. Segure a criança, faça carinho, diga palavras tranquilizantes de maneira calma, cante uma canção etc;
  • A importância da amamentação: a amamentação é importante até no momento pós-injeção, pois ajuda a acalmar e confortar o bebê. Ofereça a mamada logo após a vacina, mesmo que ele estiver chorando;
  • Consulte o pediatra: a maioria dos médicos acredita que os cremes anestésicos não têm qualquer efeito. Porém, em caso de efeitos colaterais da vacina, procure o pediatra do bebê antes de dar qualquer medicamento por conta própria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *