Quais são os métodos anticoncepcionais mais seguros?

Pílula, DIU, camisinha… Existe método anticoncepcional 100% seguro?
7 de setembro de 2018
6 coisas que você precisa saber sobre sexo quando você tem DIU
12 de setembro de 2018
Show all

Mesmo não havendo nenhum método 100% eficaz, alguns chegam bem perto disso.

– Implante subcutâneo de etonorgestrel, popularmente conhecido como Implanon: é um bastonete de 4 cm de comprimento colocado no braço que promove a inibição da ovulação, a atrofia do endométrio e o aumento da viscosidade do muco cervical, impedindo a penetração dos espermatozoides no útero. Dura três anos e tem eficácia de 99,5%;

– DIU liberador de levonorgestrel, popularmente conhecido como Mirena: é um dispositivo intrauterino em forma de T, com 32 mm de comprimento e funcionamento semelhante ao do Implanon. Dura cinco anos e tem eficácia de 99,3%.

A maioria das mulheres pode usar estes dois métodos contraceptivos, à exceção de quem tenha sangramentos vaginais inexplicáveis, alguns tipos de câncer, DSTs e doenças hepáticas,

Se combinar dois métodos anticoncepcionais dá para chegar a 100% de segurança?

Não, não dá.

Além de nenhum médico responsável permitir o uso simultâneo de DIU e pílula anticoncepcional, por exemplo, os riscos de falha de cada um (0,7% do DIU e entre 1% e 9% da pílula) continuam existindo paralelamente. As eficácias não se acumulam para passar de 100%, isso não existe.

O mesmo vale para casos em que a mulher utilize o seu método de escolha e o homem use a camisinha: as probabilidades de falha do anticoncepcional da mulher e do preservativo do homem (entre 2% e 18%) se mantêm, as eficácias não se acumulam.

A vantagem de usar a camisinha, é claro, é se prevenir contra as infecções sexualmente transmissíveis, como o HIV, a sífilis, a gonorreia e a clamídia, entre outras. A proteção é dupla, sim, mas contra a gravidez indesejada e contra as doenças. Por isso, usem sempre camisinha.

 

 

 

 

Fonte: mdemulher.abril.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *