Menstruação Pós-Parto – Quando Tudo Volta ao Normal?

O que acontece no seu corpo quando você se exercita na gravidez
18 de agosto de 2017
O impacto da alimentação e da atividade física na menopausa
21 de agosto de 2017
Show all

Dúvida entre 8 entre 10 parturientes, a menstruação pós-parto pode deixar a mulher recém mamãe preocupada pela sua presença excessiva ou mesmo pela sua ausência por vários meses. Mas saiba que é comum e mais normal do que se imagina não menstruar no pós-parto ou ficar com pequenos sangramentos de escapes por várias semanas.

Após o parto a menstruação volta a acontecer, mas às vezes não é como anterior à gravidez. Na gravidez, a mulher se acostuma a não sangrar. Com a volta total do sangramento e dos hormônios aos devidos lugares, alguns aspectos podem deixar em dúvida como por exemplo a retomada da vida sexual e o risco da gravidez no resguardo.

Endométrio X Gravidez

Na gravidez, o endométrio, que é a menstruação em si, serve como caminha para o bebê, certo? Esse endométrio é estimulado por estrogênio, mantido por progesterona e se não implantado o bebê, sai e vira sangramento menstrual. Algumas mulheres depois do parto podem não ter esse estímulo para o crescimento do endométrio, fazendo assim com que não tenham a menstruação normal como antes. Se a mãe amamenta, esses hormônios são ainda menos estimulados, pois a prolactina como hormônio da amamentação domina nesse período.

Teoricamente, a menstruação pós-parto só viria quando a mulher não estivesse mais amamentando. Porém há casos em que ela pode vir sim, em menor quantidade, coloração diferente da menstruação ovulatória de antes. Mulheres que amamentam podem ter total ausência da menstruação até mais de um ano depois do parto.

Engravidar no Resguardo?

Porém é sim possível engravidar mesmo não menstruando ainda. O período mais seguro para não engravidar é até 2 meses depois do parto. Portanto, com 40 dias a mulher tem que iniciar o uso do anticoncepcional para evitar uma gravidez surpresa. A pílula ideal para o pós-parto é a base de progesterona. Normalmente se usa Cerazette ou similar.

Elas são mais fracas, mas ainda protegem contra uma gravidez, caso a mulher comece a ficar fértil antes da amamentação exclusiva terminar. Mulheres que não amamentam podem retomar os ciclos ovulatórios mais rapidamente. Por isso, a menstruação pós-parto pode voltar ao normal mais cedo do que 6, 7 ou 8 meses previstos. Se já com 1 mês de vida, o bebê não mama no seio, então a menstruação voltará em breve.

As alterações hormonais influenciam diretamente na menstruação pós-parto. Então, se você já menstruou mesmo amamentando deve ter atenção redobrada, caso não faça ainda o uso de medicamentos para prevenir a gravidez. A menstruação no pós-parto pode ser irregular inicialmente com escapes e coloração mais amarronzada. Mas na maioria das mulheres volta ao normal ao longo do tempo a regularidade. Se não voltar ao normal em 6 meses sem amamentação aconselha-se consultar um ginecologista para verificar a necessidade de fazer exames hormonais para tratar.

Líbido no Pós Parto

Há casos em que a líbido some depois do parto. É até comum acontecer e novamente culpa dos hormônios, porém há tratamento para isso também. Basta um papo com o médico que tudo pode se resolver com medicamentos apropriados para ajudar os hormônios a voltarem aos devidos lugares.

Porém em contramão dessas mulheres que perdem a vontade de sexo depois do parto, outra parte das mulheres pode enfrentar um longo período pós-parto com vontade de ter relações. Nesses casos deve tentar resistir ao máximo uma relação sexual precipitada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.