Menopausa e libido: o que fazer?

HPV terá vacinação intensificada em junho
14 de junho de 2017
Como a TPM, a gravidez e a menopausa interferem na sua memória
16 de junho de 2017
Show all
Entre as queixas recorrentes de pacientes na menopausa está a falta de libido, atingindo cerca de 60% das mulheres. “Estudos indicam que a queda de libido na transição para menopausa começa 20 meses antes da última menstruação e aumenta com o passar dos anos, principalmente nos primeiros cinco anos”, alerta Dra. Dolores Pardini, palestrante do 12º Congresso Paulista de Endocrinologia e Metabologia, XII COPEM, que vai ocorrer de 25 a 27 de Maio no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, SP.
A falta de libido é tratada como uma disfunção sexual, mas não pode ser considerada apenas hormonal. “Essa disfunção é multifatorial, tem a ver com a relação com parceiro, problemas sociais, físicos, econômicos, mas ainda grande parte das mulheres acredita que só hormônio resolve a disfunção. Não se pode banalizar o tratamento com testosterona”, alerta a médica.
No Ambulatório de Climatério da Unifesp, foi realizado estudo sobre disfunção sexual e chegou-se ao percentual de 74% de mulheres que sofrem desse mal na menopausa. No grupo de mulheres diabéticas isso ainda é pior, já que a doença é um agravante para a disfunção sexual.
“A reposição estrogênica já é comprovada como sendo benéfica na mulher diabética. Por outro lado, não existem dados conclusivos quanto à reposição de andrógenos nessas mulheres. Em estudo recente realizado pela UNIFESP em conjunto com a ANAD (Associação Nacional de Atenção ao Diabetes), verificamos que as mulheres diabéticas apresentam a queixa de disfunção sexual em maior número que as mulheres”, acrescenta Dra. Dolores.
A menopausa – começa ao redor dos 50 anos em cerca de 70% a 80% das mulheres brasileiras. Os sintomas mais frequentes são: irregularidades menstruais, os conhecidos ‘calores’ acompanhados ou não de sudorese que se intensificam à noite, insônia, irritabilidade, oscilação no humor (da euforia à tristeza, sem causa aparente), falta de lubrificação vaginal durante o coito, e sensação de urgência miccional.
O simpósio com o tema “Dilemas da Manutenção da Libido na Pós-Menopausa” será dia 27 de maio, no XII COPEM
fonte: http://www.jj.com.br/internas/estilo/noticias-1371-menopausa-e-libido-o-que-fazer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *